Connect with us

Carreira internacional

10 DICAS DE COMO USAR O LINKEDIN PARA TRABALHAR FORA DO BRASIL

dicas LINKEDIN

Trabalhar no exterior é um sonho de muitos brasileiros, mas não sabem por onde começar. O Linkedin é um bom caminho para conseguir trabalho fora do Brasil. Entenda como usar o Linkedin para trabalhar no exterior!

 

Você sonha em trabalhar fora do Brasil, mas não sabe por onde começar a busca por vagas?

Se a sua resposta foi sim, não precisa se preocupar. Assim como você, muitas pessoas querem trabalhar fora do Brasil, independente da área de atuação. Entretanto, elas não sabem onde buscar tais oportunidades.

Contudo, o que você não sabe é que hoje existem ferramentas para buscar vagas de emprego no exterior. Uma dessas ferramentas é o LinkedIn.

O LinkedIn é uma rede social corporativa na qual você pode entrar em contato com pessoas da sua área de trabalho, através de conexão direta ou grupos.

Atualmente, muitas empresas multinacionais usam o LinkedIn para divulgar oportunidades de empregos no exterior. Por essa razão, fiz uma lista de 10 dicas de como usar o LinkedIn para trabalhar fora do Brasil.

Neste conteúdo, abordaremos os seguintes tópicos:

  • Preencha o seu perfil completo;
  • Cadastre seu currículo em inglês;
  • Mantenha o seu perfil atualizado;
  • Faça um resumo das suas qualificações profissionais;
  • Faça networking;
  • Construa uma rede de artigos com pessoas do país que pretende trabalhar;
  • Siga empresas da sua área que você admira;
  • Participe de grupos sobre a sua área de interesse;
  • Tenha o aplicativo do LinkedIn;
  • Produza conteúdo para o LinkedIn.

Após ler essas dicas, tenho certeza que você terá mais clareza na hora de procurar a vaga de emprego no exterior que sempre sonhou.

1. Preencha o seu perfil completo

Antes de começar a buscar uma vaga de emprego no exterior, você deve preencher completamente o seu perfil no LinkedIn. Muitas pessoas cometem o erro de não colocar foto no perfil, nem colocar as experiências profissionais e os projetos que trabalharam.

Para que você se convença da importância de preencher o perfil no LinkedIn, veja estes dados: segundo algumas pesquisas, um perfil preenchido é 7 vezes mais visto do que um com dados incompletos. Um perfil com foto é 11 vezes mais acessado do um sem foto.

Assim, se o seu perfil está incompleto, você está perdendo a oportunidade de ser encontrado por um headhunter. Caso você tenha alguma dúvida no preenchimento do perfil no LinkedIn, a própria plataforma te indicará que itens você deve completar e como preenchê-los.

 

2. Anexe o seu currículo em inglês

Uma vez que você já preencher o seu perfil no LinkedIn, e adicionou todas as suas experiências de trabalho, anexe o seu currículo em inglês ao seu perfil. Desse modo, o recrutador que se interessar pelas suas qualificações poderá saber mais dados sobre a sua formação.

Além de mostrar um pouco mais das suas qualificações, colocar o currículo no perfil do LinkedIn é uma ótima maneira de mostrar o seu domínio da língua inglesa. Se você trabalha com designer, tradutor ou produtor de conteúdo, também é interessante colocar um link para o seu portfólio.

 

3. Mantenha o seu perfil atualizado

Essa dica pode parecer um clichê, mas é algo que muitos esquecem de fazer: Mantenha o seu perfil atualizado! Sempre que você fizer um cursos, participar de um novo projeto, ou até mesmo de um trabalho voluntário, acrescente esses dados no LinkedIn. Procure também compartilhar conteúdos atuais sobre a sua área de atuação e comentar postagens relevantes.

Tais ações mostrarão aos recrutadores que você é um profissional que está sempre em busca de novas experiência e ligados em tudo que ocorre na sua área. Desse modo, você pode não apenas conseguir uma vaga de emprego no exterior, mas também estabelecer novas parcerias.

4. Faça um resumo das suas qualificações profissionais

Muitos profissionais têm um perfil bem atrativo no LinkedIn. Porém, alguns não são encontrados pelos headhunters porque se esqueceram de um detalhe muito importante: colocar no perfil um resumo das qualificações profissionais, quais são os seus interesses corporativos e os motivos de querer trabalhar fora do Brasil.

Assim como em qualquer site de empregos, faça um resumo das suas qualificações profissionais na sua apresentação do LinkedIn. Nesse resumo, coloque suas especializações de maneira pontual, seus objetivos. Você também pode colocar de outras pessoas a respeito do seu trabalho.

 

5. Faça networking

Adicione a sua rede de contatos pessoas que moram no país em que você pretende trabalhar e que sejam da mesma área de atuação que a sua. Desse modo, você poderá tirar dúvidas a respeito do mercado para estrangeiros e saber de possíveis oportunidades de trabalho.

No LinkedIn, o importante é a qualidade das conexões que você possui e não a quantidade. Assim, se você tiver apenas 50 amigos no LinkedIn, e todos eles, de alguma forma, tiverem relação com a sua área de atuação, o seu perfil será classificado pela rede como “Campeão”.

 

6. Siga empresas da sua área que você admira

Muitas empresas de renome possuem perfil no LinkedIn, como o Google e a Apple. Por isso, uma das dicas desse conteúdo é que você siga empresas da sua área de atuação, e que você, de algum modo, possui admiração.

Além estar em contato com todas as novidades lançadas por essas empresas, você saberá mais rápido quando elas abrirem vaga de trabalho. Caso a oportunidade seja do seu interesse, você pode se candidatar através do LinkedIn.

O LinkedIn te redirecionará diretamente para a página da empresa, a fim que você preencha os dados solicitados. Algumas vagas de emprego possuem o sistema easy apply. Esse recurso permite que você envie para a empresa as informações do seu perfil clicando apenas em um botão.

 

7. Participe de grupos sobre a sua área de interesse

O grupo de discussão do LinkedIn são uma excelente forma de compartilhar conhecimento e experiência. Por isso, participe de grupos de trabalho no exterior conforme a sua área de atuação. Nesses grupos, você encontrará pessoas que já moram fora do Brasil ou profissionais nativos desses países.

Como eu moro na Irlanda, faço parte do grupo E-Dublin Pro, que é destinado a pessoas que trabalham na Irlanda, ou têm interesse em se candidatar a uma vaga de emprego no referido país. Nesse grupo, você poderá fazer networking não apenas com brasileiros, mas também com pessoas de outros países que trabalham na Irlanda.

 

8. Tenha o aplicativo do LinkedIn

Muitas pessoas não têm tempo de entrar na web para acompanhar as discussões dos grupos do LinkedIn. Para que você se mantenha ativo na rede, recomendo a instalação do aplicativo do LinkedIn no seu smartphone. O programa é leve e tem todas as funcionalidades da plataforma convencional.

Assim como outras redes sociais, o aplicativo do LinkedIn possui avisos de notificação. Dessa maneira, você poderá saber quais são os tópicos mais comentados nos grupos que você participa e que vagas de emprego para o exterior foram divulgadas.

 

9. Produza conteúdo no LinkedIn

A produção de conteúdo é uma excelente forma de chamar atenção dos recrutadores. Uma vez que você escreve textos com conteúdo relevante sobre a sua área de conhecimento, atrairá seguidores e possíveis parceiros. Se você escreve bem em inglês, produza alguns conteúdos nessa língua. Desse modo, você atrairá a atenção dos recrutadores.

Se você não tem segurança suficiente para produzir seu próprio conteúdo, compartilhe vídeos e textos relevantes sobre trabalho no exterior. As informações compartilhadas podem gerar boas discussões, além de serem valiosas para alguém que esteja na sua rede de contatos.

 

10. Visite a seção de empregos do LinkedIn

Você conhece este ditado: “Se Maomé não vai a montanha, a montanha vai até Maomé?”

Talvez você nunca tenha ouvido falar desse ditado, mas as coisas no LinkedIn funcionam da mesma forma que o referido dito popular. Em outras palavras, se as empresas que divulgam vagas no exterior não te procuram, busque-as na rede.

Para fazer isso, acesse a seção de empregos do LinkedIn e procure vagas que se encaixam no seu perfil profissional. Você pode filtrar a busca por país, cidade e empresa. Ademais, a procura de oportunidade de trabalho no exterior para pessoas que são fluentes em inglês, espanhol e outros idiomas.

Agora que você já sabe como usar o LinkedIn para buscar trabalho no exterior, basta colocar em prática tudo que exposto aqui neste artigo. Afinal de contas, as oportunidades de emprego fora do Brasil não cairão no seu colo, certo?

Você usa, ou já usou, o LinkedIn para procurar trabalho no exterior? Tem alguma dica para compartilhar? Então divida-a com a gente, e com os outros leitores na seção de comentários!

 

DICAS EXTRAS

Holiday Visa: Entenda como funciona essa forma de visto

ENTENDA COMO CONSEGUIR O CRITICAL SKILLS NA IRLANDA

Newsletter Signup

Comments

10 Canais ou Sites Gratuitos para Estudar inglês 10 Canais ou Sites Gratuitos para Estudar inglês

10 Canais ou Sites Gratuitos para Estudar inglês

Idiomas

ENTENDA COMO CONSEGUIR O CRITICAL SKILLS NA IRLANDA

Carreira internacional

O QUE É PRECISO PARA MORAR NA IRLANDA O QUE É PRECISO PARA MORAR NA IRLANDA

O QUE É PRECISO PARA MORAR NA IRLANDA?

Carreira internacional

As 10 leis da Europa que você precisa conhecer antes de viajar As 10 leis da Europa que você precisa conhecer antes de viajar

As 10 leis da Europa que você precisa conhecer antes de viajar

ARTIGOS POR PAÍS

Ebook Como Morar em Portugal e Ganhar em Euro
Newsletter Signup

Copyright © 2018 Jawn Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.

Newsletter Signup