Holiday Visa: Entenda como funciona essa forma de visto - Critical Skills Irlanda | Critical Skills Ireland
Connect with us

Austrália

Holiday Visa: Entenda como funciona essa forma de visto

Published

on

Quer tirar férias no exterior e aproveitar para juntar dinheiro para algum projeto pessoal? Então você precisa conhecer o Working Holiday Visa!

Você sabe o que é planejar uma viagem para fora do Brasil, mas esbarrar na burocracia de cada país para conceder o visto de permanência?

Se você respondeu sim, não se preocupe, pois tenho amigos que passaram por tal situação. Contudo, através de conversas com essas pessoas, descobri que esse não é um problema sem solução.

O passaporte brasileiro possui uma boa aceitação ao redor no mundo. Dificilmente, os brasileiros têm o pedido de visto de turista negado. Todavia, quando se trata da concessão da permanência além dos 3 meses assegurados aos turistas, a situação é bem diferente.

Porém, esse problema pode ser solucionado através da solicitação do Working Holiday Visa.

O Holiday Visa pode ser emitido pela internet, sem a necessidade de despachantes ou agências de viagens.

Se você quer saber como funciona o Working Holiday Visa, leia este post até o fim, pois responderemos algumas perguntas frequentes a respeito da solicitação dessa forma de visto.

Neste texto, trabalharemos os seguintes tópicos:

  • O que é o Working Holiday Visa?
  • Qual é o tempo de duração do Holiday Visa?
  • Quais são as exigências para obter o Holiday Visa para a Nova Zelândia;
  • É verdade que o governo neozelandês concede apenas 300 vistos de trabalho e férias?
  • Quais são as exigências para obter o Holiday Visa para a Austrália?
  • Como eu faço para renovar o meu Holiday Visa para a Austrália?
  • É verdade somente brasileiros com dupla nacionalidade que podem pedir o Holiday Visa para a Austrália?
  • É preciso pagar alguma taxa no ato da solicitação do Holiday Visa?
  • Como fico sabendo se a minha solicitação do Working Holiday Visa foi aceita?

O que é o Working Holiday Visa?

O Working Holiday Visa é um tipo de visto que proporciona a oportunidade de trabalhar enquanto você está de férias no exterior. Esse visto é uma forma de garantir um dinheiro a mais para aproveitar a viagem, ou para investir em um projeto pessoal.

Ao contrário de países da América do Sul, como Chile e Argentina, o Brasil possui acordo de concessão desse visto com pouquíssimos países, mais precisamente com a Nova Zelândia e Austrália.

Qual é o tempo de duração do Holiday Visa?

Se você deseja o visto de trabalho e férias para a Nova Zelândia, poderá permanecer no referido país por 1 ano. Nesse período, você não pode ser contratado pelo mesmo empregador por mais de 3 meses.

Caso você tenha interesse em adquirir o Holiday Visa para a Austrália, também poderá permanecer em território australiano por 1 ano. Porém, a imigração australiana permite que você renove o seu Working Holiday Visa por mais um ano. Nesse período, você pode trabalhar até 6 meses com o mesmo empregador.

Quais são as exigências para obter o Holiday Visa neozelandês?

Para obter o Working Holiday Visa, você deve atender os seguintes requisitos:

  • Ser brasileiro nato;
  • Ter um passaporte com vencimento em até 3 meses após a data de saída da Nova Zelândia;
  • Ter entre 18 e 30 anos.
  • Não levar crianças para a viagem. Em outras palavras, se você tiver filhos, não poderá levá-los para a Nova Zelândia caso consiga a concessão do visto;
  • Ter reservada uma passagem de volta para o Brasil, ou comprovar que tem recursos financeiros para adquiri-la;
  • Seguro viagem capaz de cobrir o período em que você ficará na Nova Zelândia;
  • Nunca ter tido uma solicitação de Holiday Visa aprovada. Se você já recebeu a concessão para esse visto, mas teve que desistir do mesmo por algum motivo, não pode se candidatar novamente;
  • Levar NZ$ 4.200 para se manter, inicialmente, no território neozelandês.

É verdade que o governo neozelandês concede apenas 300 vistos de trabalho e férias?

Segundo o acordo entre os Governos de Brasil e Nova Zelândia, anualmente, são concedidos 300 vistos de trabalho e férias. Assim, quando a solicitação do Holiday Visa é aberta, as vagas se esgotam bem rápido. Com isso, muitas pessoas, tem que adiar para o ano seguinte o desejo de trabalhar enquanto está de férias na Nova Zelândia.

Para que isso não aconteça, sugiro que você faça a sua inscrição no site da imigração neozelandesa bem antes da abertura da inscrição para o Holiday Visa. Desse modo, você evita o inconveniente de não conseguir preencher o cadastro porque, no dia da inscrição, o site está com um tráfego muito grande e, por isso, o sistema está sobrecarregado.

Quais são as exigências para obter o Holiday Visa australiano?

Para obter o Working Holiday Visa australiano, é necessário cumprir as seguintes exigências:

  • Ser brasileiro;
  • Ter entre 18 e 30 anos;
  • Nunca ter sido aprovado no Working Holiday Visa;
  • Não levar crianças para a viagem. Em outras palavras, se você tiver filhos, não poderá levá-los para a Nova Zelândia caso consiga a concessão do visto;
  • Ter uma passagem de volta para o Brasil, ou comprovar que tem recursos financeiros para compará-la;
  • Levar AUD$ 5000 para manter-se, inicialmente, no território australiano.

Como eu faço para renovar o meu Holiday Visa na Austrália?

Se você quiser renovar o seu Working Holiday Visa, é preciso atender aos seguintes requisitos:

  • Cumprir todas as exigências necessárias para a concessão do primeiro Holiday Visa;
  • Não ter mais do que uma que 1 solicitação de Holiday Visa;
  • Ter completado 3 meses de trabalho no primeiro Holiday Visa;
  • Não ter completado 31 anos de idade;

É verdade somente brasileiros com dupla nacionalidade que podem pedir o Holiday Visa para a Austrália?

Infelizmente, nem todos os brasileiros podem usufruir do Holiday Visa para a Austrália. Apenas indivíduos que possuem dupla cidadania de países incluídos nas Categorias 417 e 462 podem solicitar o visto de trabalho e férias.

Veja abaixo os países que fazem parte das Categorias 417 e 462:

Categoria 417

Alemanha, Bélgica, Canadá, Chipre, Coreia, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Holanda, Hong Kong, Irlanda, Itália, Japão, Malta, Noruega, Suécia, Taiwan e Reino Unido.

Categoria 462

Argentina, Bangladesh, Chile, China, Hungria, Indonésia, Israel, Luxemburgo, Malásia, Polônia, São Marinho, Singapura, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Tailândia, Turquia, Estados Unidos, Uruguai e Vietnã.

É preciso pagar alguma taxa no ato da solicitação do Holiday Visa?

Uma vez que você conseguiu se inscrever no programa de solicitação do Holiday Visa para a Nova Zelândia, deve pagar uma taxa de R$ 470. Assim você estará, oficialmente, dentro do grupo de 300 brasileiros inscritos para a solicitação de visto de trabalho e férias.

No caso do Holiday Visa para a Austrália, você deve pagar R$ 935 após a solicitação do visto. Feito isso, basta esperar para saber se o seu pedido foi aprovado pela imigração.

As taxas em questão devem ser pagas com cartão de crédito internacional. Se você não tiver esse tipo de cartão, peça emprestado a um familiar ou alguma pessoa de confiança, pois a taxa só pode ser paga com cartão de crédito internacional.

Como fico sabendo se a minha solicitação do Working Holiday Visa foi aceita?

Tanto o setor de imigração australiano quanto o neozelandês entrarão em contato com você através do seu e-mail a fim de informar se o seu pedido foi aceito. A partir dessa informação, você saberá quais são as próximas decisões que você deve tomar, ou se terá que tentar uma nova candidatura.

Agora que você já sabe o que é o Holiday Visa, como ele funciona e o que é necessário para adquiri-lo, basta que você veja a melhor opção para você. Contudo, o propósito principal deve ser aproveitar a viagem para a Austrália, ou Nova Zelândia, para se divertir. Se a sua intenção é apenas procurar um trabalho, deve buscae outro tipo de visto.

Esse conteúdo foi útil? Então compartilhe-o nas suas redes sociais para que mais pessoas conhecidas o Holiday Visa!

Dicas Extras

Trabalhar com TI na Irlanda ? Tudo que você precisa saber!

ENTENDA COMO CONSEGUIR O CRITICAL SKILLS NA IRLANDA

Continue Reading
Comments